Estamos em plena quadra natalícia e o Sporting Clube de Portugal está em primeiro lugar no campeonato, ainda que tenhamos sido alcançados, no Domingo passado, por um adversário e continuamos em prova nas competições europeias, feito alcançado depois de uma prestação de grande nível na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Lamentamos este nosso contributo, mas a tradição já não é o que era! Estava enraizada, entre os adeptos da chacota para com o alheio, a certeza de que com a aproximação do Natal o Sporting Clube de Portugal já deixaria de estar na luta pela conquista do campeonato, estando a época irremediavelmente perdida. Não está! E pode ser memorável, estando tudo nos nossos pés e nas nossas cabeças.

Só dependemos de nós para conquistarmos os principais objectivos, por isso é com a postura exemplar, evidenciada pelo universo leonino nas últimas semanas e com epílogo no Estádio do Bessa Século XXI, que temos de encarar cada desafio. Sem desculpas, ainda que tenhamos muito campeonato nacional pela frente, temos todas as condições para o conquistarmos e temos também uma boa oportunidade para ultrapassarmos a próxima eliminatória da Liga Europa. A viagem é longa e o fuso horário vincado para defrontarmos o Astana?! Verdade, mas estas são realidades para ambas as equipas, por isso mostremos que somos “Um grande clube, tão grande como os maiores da Europa” e tentemos fazer uma campanha à altura deste pergaminho histórico.

Em nome de todos os apaixonados pelo intitulado desporto rei, principalmente aqueles que vestem de verde e branco, desejo que o Natal presenteie o mundo do futebol com uma roupagem mais condizente com aquele título. Aproveitando a oportunidade, faço ainda questão de enviar um abraço, com estima sincera, aos nossos muitos leitores que torcem pelos principais adversários do Sporting Clube de Portugal, enviando-lhes uma mensagem de paz em forma de pergunta: o que seria da nossa grandeza sem a competitividade que vocês tão bem aplicam às competições?

Não esqueço também os clubes que em Portugal, lamentavelmente, se intitulam de pequenos. Aos seus indefectíveis adeptos a minha admiração e a minha convicção de que o futuro lhes reserva uma conjuntura mais favorável para que possam ver crescer as sementes que abnegadamente andam a semear.

A todos um bom Natal! Viva o Sporting, sportinguistas!

Autor: Filipe Loureiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.