Yes We Can

Como fã de futebol e também português sempre torci para que um dos dois países da língua lusófona fizesse uma boa figura na CAN. Mesmo quando escrevia estas crónicas sempre acreditei que esse país seria Angola, tem dinheiro, tem jogadores com créditos firmados é cada vez mais uma potência em ascensão. No entanto esqueci-me que no futebol nada é como devia ser, e Cabo verde, os tubarões azuis, conseguiram o apuramento para os quartos de finais contra todas as previsões de casas de apostas. Com um empate diante de Marrocos na segunda jornada e uma vitória sobre Angola na Terceira os tubarões azuis continuam a perseguir o seu sonho. Juntamente com estes segue a equipa da casa, África do Sul, que venceu Angola por dois zero e empatou a dois golos com Marrocos.

No grupo B já são conhecidos os dois apurados, Gana e Mali seguiram em frente. No segundo jogo do grupo, o Gana venceu com um penálti o Mali e estes empataram com o Congo. Na derradeira jornada o Mali, à boa maneira Italiana, venceu o Congo por um zero e o Gana esmagou o Niger por 3-0.

Nos restantes grupos apenas a segunda jornada esta completa. No grupo C a Zâmbia obteve mais um empate diante da Nigéria mas desta vez a uma golo. O Burkina Faso com o seu jogo de transições rápidas consegui vencer por 4-0 a frágil seleção da Etiópia.

No grupo D já se encontra uma equipa apurada. A Costa do Marfim que após uma vitória no primeiro jogo, voltou a vencer deste vez diante da Tunísia. O Togo, de Adebayor, recuperou da derrota do primeiro embate e venceu a Argélia por dois golos as zero. Hoje e amanhã teremos os confrontos decisivos destes grupos. A Zâmbia contra o Burkina, Etiópia contra Nigéria, Argélia contra Costa do Marfim e Togo contra a Tunísia.

A fase de Grupos esta prestes a terminar, já com dois grupos decididos ainda restam de dois dias de embates que se esperam animados. Ainda existem 3 lugares e há sete equipas que se podem apurar. Na linha de frente para estes lugares estão a Nigéria, Burkina, Zâmbia, Tunísia e Togo que vão certamente lutar até a ultima gota de suor pelo lugar de qualificação. Nos quartos já os aguardam o África do Sul que vai defrontar o Mali. O Gana que vai jogar contra Cabo-Verde. Será que os tubarões vão continuar na contenda para alcançar o seu sonho? A missão é bastante espinhosa e o Gana certamente que não vai facilitar, mas mesmo assim, com a garra dos seus jogadores e a de fé dos Adeptos tudo é possível e por isso os adeptos já gritam cabo-verdianos já gritam 

Cabo Verde, Yes We Can

Jogador em Destaque:

Héldon Augusto Almeida Ramos

Nacionalidade: Cabo Verde
Data de Nascimento:  14 de Novembro de 1988
Altura: 175 cm
Peso:
Posição: Médio Ofensivo, Avançado
Pé preferencial: Direito

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.