Em declarações ao jornal O Jogo, o internacional brasileiro, de 32 anos, falou sobre as sensações do primeiro encontro com o FC Porto desde a sua saída da cidade Invicta.

«Será um momento especial, com certeza, pois vivi grandes momentos com a camisola do FC Porto, pude conquistar títulos e voltar à seleção do meu país. Guardo um carinho muito grande por todos do clube, ex-companheiros, funcionários, adeptos… Mas dentro do campo vou apenas pensar no Atlético, defender as cores do meu clube e fazer de tudo para que a minha equipa possa vencer. No entanto, terei sempre muito respeito e gratidão pelo FC Porto», começou por dizer, revelando que espera um adversário muito competente.

«Como não poderia deixar de ser numa Liga dos Campeões, um adversário difícil e muito aguerrido. Teremos que estar atentos ao mínimo detalhe para podermos vencer. Sabemos que do outro lado estará uma equipa experiente, mesclada com jovens de muito potencial e com muita entrega. Mas aqui, no Atlético, também temos isso de sobra e vamos fazer de tudo para conseguirmos o objetivo», acrescentou.

Por fim, questionado sobre as eventuais parecenças entre Diego Simeone e Sérgio Conceição, Felipe explicou que se tratam de dois treinadores muito trabalhadores e que procuram a perfeição…

«São treinadores que gostam de trabalhar muito, atentos ao mínimo detalhe e que procuram sempre a perfeição nos treinos. Não são vitoriosos na carreira à toa; possuem grandes qualidades. Pude dividir bons momentos com ambos, com equipas que sempre estiveram entre as melhores defesas das ligas. Pude aprender e evoluir muito bem com cada um ao longo deste tempo que estou na Europa», concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.