DOMINIODEBOLA.com

Notícias, Futebol, Liga, Portugal, Betclic, Benfica, Sporting, Porto

“Vem de Portugal, onde fazem isso a toda a hora mas, em Inglaterra não”

2 min read

Muito criticado depois da humilhante derrota com o Liverpool, Bruno Fernandes pegou na batuta e liderou a equipa do Manchester United na vitória de ontem com o Bétis, na primeira mão dos oitavos de final da Liga Europa. O médio português marcou um golo e fez uma assistência, mas ainda há quem questione se devia envergar a braçadeira de capitão nos red devils.

Segue-nos nas Redes Sociais

Facebook icon  Instagram icon Tiktok icon twitterx icon Pinterest icon Whatsapp icon YouTube icon

Bruno Fernandes assumiu a braçadeira depois de Harry Maguire ter deixado de ser titular e têm sido muitos os comentadores a considerar que o português não tem perfil de capitão. O último foi Paul Scholes, antigo médio do Manchester United.

“O capitão tem de ser uma pessoa com influência, calma, um líder. Não creio que ele seja o capitão ideal. Nos grandes jogos, quando se luta por troféus, na Liga dos Campeões, seria melhor um capitão menos emocional”, explicou Scholes.

Depois, recordou o jogo com o Liverpool. “Foi-lhe pedido que jogasse numa posição na qual não se sente confortável, sacrificou-se por isso. Vimo-lo frustrado com os companheiros, ele não deve estar orgulhoso do que aconteceu. Agitar os braços no ar, empurrar um auxiliar… Vai aprender com o que aconteceu. Vem de Portugal, onde fazem isso a toda a hora, mas em Inglaterra não é aceitável. Vai ter de se livrar dessas coisas aborrecidas do seu jogo.”

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.