DOMINIODEBOLA.com

Notícias, Futebol, Liga, Portugal, Betclic, Benfica, Sporting, Porto

“Um foi o Eusébio e o outro sou eu”

1 min read

Em entrevista ao jornal Angola, Pedro Mantorras revelou algumas confidências.

Segue-nos nas Redes Sociais

Facebook icon  Instagram icon Tiktok icon twitterx icon Pinterest icon Whatsapp icon YouTube icon

“Considero-me especial desde que saí da barriga da minha mãe”, afirmou Mantorras, numa passagem da extensa entrevista publicada no Jornal de Angola. Esta afirmação reflete a sua jornada de vida extraordinária, desde os tempos difíceis no Sambizanga até à consagração no Benfica.

Mantorras relembrou os desafios que enfrentou na infância, incluindo a luta pela sobrevivência no Sambizanga, onde tinha apenas uma refeição por dia, ou mesmo passava dias sem comer. No entanto, foi escolhido entre milhares de crianças para representar um grande clube como o Benfica, o que ele interpreta como uma prova da sua singularidade e determinação.

Na mesma entrevista, Mantorras revelou que continua a receber um salário vitalício do Benfica, um privilégio partilhado apenas com o lendário Eusébio. Embora não tenha revelado o valor exato, descreveu-o como generoso e comparável ao que ganhava durante a sua carreira como jogador.

Esta entrevista oferece uma visão única da vida e carreira de Mantorras, destacando não apenas os seus feitos desportivos, mas também a sua resiliência e gratidão pela oportunidade de representar o Benfica e de continuar a ser apoiado pelo clube mesmo após o término da sua carreira como jogador.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Verified by MonsterInsights