A federação alemã de futebol (DFB) anunciou ter aplicado ao treinador do Bayer Leverkusen, uma pena de três jogos de suspensão efetiva, que vai impedir Schmidt de se sentar no banco de suplentes nos embates com Mainz, Werder Bremen e Augsburgo, aos quais se acrescentam mais dois jogos em pena suspensa até 30 de junho de 2017 e uma multa de 20 mil euros.

Também Rudi Voeller, diretor desportivo do clube, foi multado em 10 mil euros, por ter considerado a expulsão de Schmidt “completamente desnecessária”, após o jogo de domingo, que terminou com a vitória do Borussia Dortmund, por 1-0.

Schmidt recusou-se a acatar a ordem de expulsão do árbitro Felix Zwayer, que originou a que o árbitro se dirigisse para os balneários, interrompendo o encontro. O juíz da partida decidiu regressar ao relvado passados 10 minutos, mais tarde, Schmidt admitiu ter agido erradamente.

A DFB detalha no castigo que Schmidt não pode contactar com os seus jogadores, direta ou indiretamente, entre meia hora antes e meia hora depois do jogo, estando também impedido de aceder às áreas técnicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.