alt

Escrito por: Rui Fiel

Para muitos o título desta crónica poderá parecer totalmente descabido. Desde logo, por se tratar de uma verdade irrefutável e ser repetida enumeras vezes por gente ligada ao desporto Rei!

A razão de trazer à liça este assunto, ou esta verdade futeboleira, prende-se com a necessidade recorrente que o Presidente do meu clube tem em “dar a cara”, “dar o corpo às balas”, ou simplesmente de balbuciar.

É-me importante referir, mais uma vez, que não votei em Bruno de Carvalho nas primeiras eleições a que concorreu, nem o fiz nas segundas, embora aqui fosse claramente o candidato da minha preferência, se assim quiserem. Não me custa também minimamente dizer que sem ele, muito provavelmente o meu Sporting estaria bem pior, sem hipóteses de lutar por títulos, quedando-se pelo meio da tabela classificativa do nosso, paupérrimo, campeonato. Contudo, ter AJUDADO o meu clube a dar alguns passos atrás, afastando-se do abismo, não lhe confere o direito de usar e abusar da sua posição como presidente do grande SPORTING CLUBE DE PORTUGAL.

Recordo-me que um dos aspetos mais focados pelo atual presidente do Sporting, aquando das eleições, prendia-se concretamente com o facto de não haver uma linha editorial coerente e unânime na comunicação oficial do clube! Nem sequer vou falar de processos como o da “Sporting TV”, ou a requalificação do “Jornal Sporting”, nem mesmo da empresa contratada para dirigir esta área importantíssima do clube (deixo isso para os mais entendidos). Tenho porém de referir que, embora com melhorias visíveis a esse nível, a comunicação do Sporting tem vindo a perder o rumo que inicialmente estaria traçado, e até a ser seguido, por esta direção…

Não posso, nem devo, enquanto sócio do Sporting Clube de Portugal, rever-me em algumas declarações do presidente do meu clube!

E não o faço por várias razões, mas talvez a principal se deva ao já antigo jargão de que NÓS, no Sporting Clube de Portugal, SOMOS DIFERENTES!!!

Pois é, dizê-lo é muito bonito, fazê-lo é que é complicado.

Falar emocionalmente, dizendo asneiras da boca para fora, só mesmo para paineleiros, jornalistas, opinion-makers, bloggers, adeptos e sócios comuns ou indivíduos como eu que têm a felicidade de escrever sobre o seu clube num site da web, NUNCA para um PRESIDENTE!

Gostaria de continuar a pensar que BdC foi a melhor escolha para presidir os destinos do meu clube, mas espero que ele se recorde, diariamente, de que ele é que está ao serviço do clube e nunca o contrário, porque o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL foi, é e será muito maior do que qualquer presidente, diretor ou zé da esquina!

SL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.