DOMINIODEBOLA.com

Notícias, Futebol, Liga, Portugal, Betclic, Benfica, Sporting, Porto

Só para quem tiver estofo de campeão

2 min read

Aproximamo-nos, cada vez mais, da fase decisiva da presente temporada. Os pontos ficam mais caros, a pressão dispara e a exigência da massa adepta atinge os píncaros. Três candidatos, diferentes argumentos.

Segue-nos nas Redes Sociais

Facebook icon  Instagram icon Tiktok icon twitterx icon Pinterest icon Whatsapp icon YouTube icon

Esqueçam os jogos fáceis e as goleadas conquistadas até com alguma displicência. Quem diria que a equipa de Belém iria causar tamanha azia às hostes encarnadas, e logo a uma segunda-feira, dia por si só já tão difícil de “digerir”. Quem apostaria de boa fé que o também aflito Moreirense teria argumentos para sufocar o fogo do dragão de Conceição. E o lanterna vermelha Estoril, que na última jornada desferiu dois duros golpes na esperança leonina, impondo primeira derrota caseira do Sporting Clube de Portugal.

A verdade é que não bastará gritar mais alto que o adversário, ou bater no símbolo em sinal de adoração. Não chegará desviar as atenções com folclore e bailaricos. O próximo campeão precisará de saber lidar com a pressão daqueles jogos em que os corações não encontram sossego. Aqueles jogos em que 90 minutos se tornam numa infernal luta contra o relógio.

A norte, o Futebol Clube do Porto que reinventou a roda, provou, mesmo sem Danilo e frente a um Braga que nunca desistiu de discutir o resultado, que está forte e preparado para “vencer na raça”.

O Sporting Clube de Portugal vive a pior fase da época. A juntar à turbulência interna, também graças ao seu também turbulento presidente, somam-se exibições anémicas. O treinador, esse, não tem desculpas. Não há memória recente de um Sporting com o plantel tão bem apetrechado.

Quanto ao Sport Lisboa e Benfica, é inegável que tem o plantel mais experimentado nestas andanças. Sabe que “isto é como acaba” e conta com o super joker: quem tem Jonas, na dimensão do campeonato português, está sempre mais perto de vencer. Os mais supersticiosos argumentam ainda com o abençoado papa títulos Fejsa.

Certo é que quando aquele agradável calor de maio chegar só um dos três grandes terá as mãos no caneco, e um deles, o foco na calculadora, porque haverá muito dinheiro do futuro orçamento a subtrair.

“O Benfica manda nisto tudo”:

Perder no Bessa e empatar (em cima do apito final) em Belém são resultados que nenhum benfiquista admite, no entanto, se na desgraça há sempre quem encontre algo de positivo, nada como devolver as acusações de facilitismo das supracitadas equipas com aquilo que realmente faz a diferença no futebol: os resultados dentro de campo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Verified by MonsterInsights