Alexis Sánchez foi o grande herói do Inter no jogo da Supertaça com a Juventus, ao fazer o 2-1 para a equipa de Milão já na ponta final do prolongamento. O avançado chileno voltou assim à ribalta, ele que vive um momento de menor fulgor na carreira, originando mesmo rumores sobre uma saída a custo zero.

“Nunca tive um momento negativo, o problema é que não me deixam jogar. Quanto mais jogar melhor fico. Hoje tinha uma fome incrível de ganhar, esperava ser titular contra a Lázio”, afirmou. “Sinto-me como um leão numa jaula, se me deixarem jogar, sou um monstro”, atirou após o encontro.

Agora orientado por Simone Inzaghi, Sánchez também não era primeira opção na última temporada, então com Conte no comando técnico. “Ele dizia-me que eu era o melhor, mas só me punha em campo nos últimos 20 minutos. Eu pedia para jogar mais porque assim sentia-me mal”, vincou.

O jogador de 33 anos cumpre a terceira época em Milão, após passagens por Manchester United, Arsenal, Barcelona e Udinese, no que toca ao futebol europeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.