Manuel José sem rodeios. Em declarações à Rádio Renascença, antevendo o jogo do Benfica com o SC Braga, no próximo sábado, potencialmente decisivo para as contas do título, o antigo treinador das águias (entre 1996 e 1998) criticou os jogadores do plantel de Roger Schmidt, acusando-os de «não se assumirem» na fase decisiva da época.

«Primeiro renovaram o contrato com Roger Schmidt e era o melhor do mundo, agora já põem em dúvida as qualidades do treinador. Mas eu fui treinador durante 36 anos, sei bem como funciona. Isto não tem que ver com o treinador, tem que ver com a falta de caráter e de personalidade dos jogadores, que não se assumem como líderes do campeonato. Fizeram um trabalho notável até ao jogo com o FC Porto e agora, quando as coisas aqueceram, não têm a frieza e o caráter para se afirmarem como principal candidato a ganhar o campeonato. Se o Benfica não for campeão, a culpa não é do treinador, nem pouco mais ou menos», disparou Manuel José, catalogando o encontro com os minhotos como «decisivo».

«Chegou a hora da verdade para o Benfica ser campeão, quem o quer ser tem de assumi-lo e os jogadores têm de o fazer», concluiu.

A quatro jornadas do fim do campeonato, o Benfica tem quatro pontos de avanço sobre o FC Porto e seis sobre o SC Braga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.