Avança esta segunda-feira que o Ministério Público está a fazer buscas à sede da SAD do FC Porto e a casas de empresários ligados ao futebol, como Pedro Pinho e Alexandre Pinto da Costa, filho do presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa.

Segundo a mesma fonte, em causa podem estar estar suspeitas de fraude, abuso de confiança e branqueamento de capitais num processo que resulta da Operação Cartão Vermelho.

Ainda segundo avança a Sábado, “o MP e a AT suspeitam que haverá muito dinheiro dos negócios com jogadores que estará a ser movimentado sem ser declarado ao fisco e a coberto de empresas, offshores e intermediários que escondem o destino final dessas verbas em países como o Brasil e o Dubai. A SÁBADO sabe que já estarão identificados há muito contratos alegadamente fictícios de várias compras e vendas de direitos desportivos. A equipa da AT chefiada por Paulo Silva já produziu inúmeros e longos relatórios de análise sobre alguns destes negócios.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.