Depois de um fim de semana futebolístico sem surpresas, nos jogos que envolveram os clubes que lutam pela liderança do campeonato, chegou a hora das grandes decisões na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Turim é sobejamente conhecida como a cidade do diabo e, nos últimos tempos, a figura diabólica tem-se mostrado, à descarada, equipada de branco e preto. Ao Sporting Clube de Portugal cabe a difícil tarefa de derrotar a Juventus Football Club, a qual, na minha modesta opinião, é tão só a principal candidata à conquista do ceptro europeu este ano.A mais recente vítima do triângulo mágico, composto por Paulo Dybala, Gonzalo Higuaín e Mandzukic, foi o A. C. Milan, uma equipa bastante reforçada esta época, mas que, mesmo a jogar no mítico San Siro, não foi capaz de fazer frente à Vecchia Signora.

Apesar da pontuação no grupo não corresponder à grande qualidade das exibições em todos os jogos, o Sporting Clube de Portugal tem mostrado nesta competição o seu enorme potencial, com Jorge Jesus a conseguir exorcizar alguns dos fantasmas que acompanham o clube nas competições europeias. Agora, temos de o reconhecer, chegou a hora de Jorge Jesus exorcizar os seus próprios fantasmas, pois a equipa precisa que o treinador acabe, de vez, com os lamentos a antecederem os jogos importantes.

Não jogam Piccini e Mathieu?! São elementos importantes, estamos todos de acordo, mas os que entrarem em campo fá-lo-ão com a mesma vontade de vencer e é esta força que tem de ser potenciada. Pela sua proveniência e elevada forma, o adversário é o indicado para ensaiar um simples exercício. Certamente, o diabo vai andar à solta no relvado do José Alvalade, por isso, mister, acompanhe-nos no grito: Vade Retro Satanás! E vamos lá entrar em campo com mentalidade vencedora…

Autor: Filipe Loureiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.