DOMINIODEBOLA.com

Notícias, Futebol, Liga, Portugal, Betclic, Benfica, Sporting, Porto

Rugido do Leão: E depois de vencer?

3 min read

Paulo de Carvalho celebrou a frase “E depois do adeus” com a música homónima. Já os sportinguistas, depois da vitória sobre o Vitória Futebol Clube na Taça CTT, parecem querer alinhar pelo mesmo diapasão, apenas com a nuance de em vez de ser depois do adeus passa a ser depois de vencer…

Segue-nos nas Redes Sociais

Facebook icon  Instagram icon Tiktok icon twitterx icon Pinterest icon Whatsapp icon YouTube icon

Isto porque, mesmo depois de conquistar um troféu no panorama futebolístico nacional, e ainda que sendo o menos relevante, parece que, afinal de contas, tudo isto foi a brincar, não contou. Muitos foram, ou são, os adeptos e sócios do Sporting Clube de Portugal que olharam com desdém para esta competição. Desdém esse que poderá ser explicado de muitas maneiras e por variadíssimos motivos. Desde logo porque o maior rival do clube vem arrecadando títulos nesta competição quase como se de uma coleção se tratasse, ou até porque o passado nos mostrou, a nós, leões, que o Sporting nunca fui “bem tratado” na competição em causa.

Contudo, e mesmo fazendo valer como certos estes motivos, assim como muitos outros, mesmo assim parece que não gostamos de ter vencido a Taça da Liga.

Devo dizer que esta conquista não me fez sair do sofá e ir para a rua, de cachecol no punho entoando cânticos de “Campeão!”, mas fez-me sorrir e ficar satisfeito por ver o nome do meu clube ser gravado naquela que era, até então, a única competição nacional que o Museu Sporting ainda não vira.

Apesar de tudo isto, qual não é o meu espanto, quando leio um post do Presidente do Conselho Diretivo do meu clube, eleito democraticamente por todos aqueles que se deslocaram às urnas nas últimas eleições do clube (por sinal as mais concorridas de sempre!) a questionar as opiniões divergentes de sócios e adeptos leoninos face a esta conquista.

Quem me conhece sabe que já fui apoiante, um mero apoiante diga-se, do Presidente em funções, mas neste momento parece-me cada vez mais impossível apoiar esta sua demanda contra tudo e contra todos, principalmente contra sportinguistas! Não me parece bem este tipo de postura, principalmente quando até é o próprio a denominar adeptos de outras coisas que não sportinguistas por terem ou emitirem uma opinião divergente daquela que vigora no clube hoje em dia.

Como disse anteriormente, não fiquei entusiasmado sobremaneira com esta vitória, mas isso não significa que tenha o direito de criticar seja quem for apenas e só por pensar de maneira distinta da minha. O Sporting Clube de Portugal é meu há mais de 35 anos, é do meu pai há quase 30, da minha filha há 4 e da minha esposa há um mês! E apenas isso me dá o direito de dizer o que quer que entenda em relação à vida do clube que escolhi como meu. Mas mais uma vez, devo dizer, também aqueles que sentem o clube como eu mas que por este ou aquele motivo não pagam quotas, têm esse direito. Aliás, foi-nos dado a 25 de Abril de 1974.

Eu até poderei aceitar que me digam que existem locais e sedes próprias para põr em causa o que quer que seja em relação a esta mui nobre instituição, mas nem todos vivem próximo de Lisboa ou têm as condições necessárias para comparecer em tais locais ou sedes.

Termino dizendo apenas que defenderei o meu clube da maneira como me ensinaram e como ensinarei aos meus filhos, se eles assim o entenderem. Continuarei a pagar as minhas quotas, e as deles, a ir ao estádio APOIAR sempre que me for possível e a comprar merchandising oficial do clube. Se todos os quase 180.000 sócios do clube o fizerem, estaremos um passo mais perto de sermos tão grandes como os maiores da Europa!

SL, do vencedor da Taça CTT 2018, O CAMPEÃO DE INVERNO

Autor: Rui Fiel

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Verified by MonsterInsights