O avançado Joel Tagueu está fora da CAN como foi noticiado no dia de ontem, tendo inclusive chegado a avançar que teria a carreira em risco. De acordo com um comunicado emitido pela federação camaronesa de futebol, foi detetado um problema cardíaco ao avançado do Marítimo (estava cedido pelo Cruzeiro), um problema que lhe poderia causar morte súbita no relvado, se não parasse imediatamente de competir. 

“O médico da equipa, o dr. William Ngatchou, uma anomalia na implantação de uma artéria coronária. A suspeita foi levantada no Qatar e confirmada já no Egito, não havendo risco-zero no risco de morte súbita sobre o terreno do jogo”, pode ler-se na explicação dada pela federação.

Joel já reagiu e o avançado de 25 anos revelou que o problema “tem cura” e adiantou um prazo para voltar aos relvados.

“Fizemos uma bateria de exames antes do CAN e foi-me diagnosticado uma alteração na artéria coronária. Isso tem cura. Foi algo com o qual nasci. O médico deixou-me tranquilo, disse-me que é uma cirurgia tranquila e, depois de fazer essa cirurgia, entre três a quatro meses, posso voltar a fazer o que mais amo”, disse, num vídeo divulgado nas redes sociais.

Em dois anos na Madeira, cedido pelo Cruzeiro, Joel Tagueu fez 49 jogos pelo Marítimo e apontou 19 golos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.