A Federação Suiça de Futebol decidiu punir o presidente do Sion, Christian Constantin, depois ter agredido um comentador televisivo Rolf Fringer, antigo treinador e seleccionador suíço.

Os factos ocorreram no final da partida entre o Lugano e o Sion, a 21 de Setembro, que a equipa liderada por Constantin até haveria de ganhar por 1-2.

A entidade que regula o futebol naquele país fez conhecer hoje a sentença de Constantin: suspensão de 14 meses de toda a actividade e pagamento de 100.000 francos suíços (aproxidamente 87.000 euros). No final da partida citada, o dirigente terá agredido por duas vezes o agora comentador e dirigido as seguintes palavras depois da confrontação:
Não é bonito agredir alguém, mas não me arrependo.
Desta forma, o líder do Sion está proibido, em dias de jogo, de entrar em estádios, no relvado, balneários, áreas técnicas, zonas mistas e bancadas em jogos das divisões profissionais da Suíça, da Taça da Suíça e partidas da selecção nacional masculina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.