James Pallotta, presidente da Roma, doou 50 mil euros para uma campanha de apoio de combate ao coronavírus levada a cabo no Hospital Spallanzani, o principal centro de resposta ao surto em Itália.

Num comunicado do clube, o presidente considera os enfermeiros e médicos «verdadeiros heróis». «No desporto, amamos heróis, mas hoje os verdadeiros heróis são os médicos e enfermeiros que trabalham dia e noite para salvar vidas. Suportemo-los», pode ler-se.

A fundação do clube romano doou igualmente 50 mil euros para que sejam entregues «mantimentos essenciais e equipamento médico para garantir o melhor tratamento possível aos pacientes», lê-se ainda na mesma publicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.