Oficialmente confirmado como reforço do Al Wahda, equipa orientada pelo treinador português Carlos Carvalhal, Pizzi concedeu, esta quinta-feira, uma entrevista à BTV, na qual recordou que chegou ao Benfica “ainda era um menino” e sai, nove anos depois, “um homem”.

O internacional português destacou os “muitos títulos”, “conquistas e alegrias” que viveu de águia ao peito, e pediu aos adeptos que o recordem “pelos golos e assistências”, como “o jogador que ajudou a conquistar todos estes títulos”.

“Ficou a faltar para mim e para o clube o pentacampeonato. Acabou por faltar, mas no ano a seguir conseguimos dar a volta e conquistar logo o título e isso foi muito importante para o clube e para todas as pessoas envolvidas”, afirmou.

O médio assumiu, ainda, ter deixado o clube da Luz no passado mês de janeiro, para representar o Basaksehir a título de empréstimo, para se “libertar um bocado daquilo que estava a acontecer naquele momento”, e disse esperar “um Benfica muito bom” daqui em frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.