A frase é forte e foi proferida por Abel Camará que neste domingo, afirmou não voltar a representar o Belenenses, no seguimento das ameaças e tentativas de agressão que o jogador e a sua mulher foram alvo após a derrota com o Paços de Ferreira.

O avançado tornou a decisão pública em conferência de imprensa que se seguiu à vitória em Alvalade. Camará marcou o primeiro golo.

“Sinto que é o momento de deixar este clube enorme, que me deu tudo, não me posso queixar. Agradeço a este grande homem, Rui Pedro Soares, que fez tudo por mim, protegeu-me. Tenho que pensar na minha família, vou ser pai para a semana e não posso viver neste clima. É o melhor para o grupo de trabalho e para o clube. Vou ser sempre um adepto do Belenenses, vou levar a cruz ao peito para o resto da minha vida com grande alegria”, prometeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.