Osama Rashid, é reforço do Vizela.
O futebolista iraquiano, de 30 anos, deixou o clube açoriano em janeiro de 2021, para rumar aos turcos do Gaziantep, equipa pela qual cumpriu 14 jogos na segunda metade da época 2020/21, antes de rumar por empréstimo ao Khorfakkan, dos Emirados Árabes Unidos, na primeira metade de 2021/22, e de voltar à elite do futebol nacional na “janela” de transferências em curso.

O internacional pela seleção do Iraque em 23 ocasiões, com um golo marcado, afirmou ao sítio oficial do Vizela ter “boas expectativas” quanto à próxima etapa da carreira, até pelas “saudades” que tinha de Portugal e pela “vontade” de integrar o emblema promovido ao escalão maior no final da época transata.

“Estou ansioso por começar. Hoje em dia todos falam bem do Vizela. Está a fazer um bom trabalho e estou com muita vontade de fazer parte deste clube, desta família, desta cidade. Sou um jogador que traz experiência a esta equipa. Sou um médio multifuncional e mais um para ajudar a equipa. Acredito que vai correr tudo bem”, realçou.

Pronto a trabalhar às ordens do treinador Álvaro Pacheco a partir de terça-feira, num grupo em que vai reencontrar Schettine, ex-colega no Santa Clara, Osama Rashid disse ainda confiar na “permanência” do emblema na I Liga, face ao que considerou a “estabilidade” garantida por um “bom balneário” e uma “boa estrutura”.

“Já conhecia o Vizela e o projeto, e que era um clube a crescer muito. Depois do interesse, falei com muitas pessoas. Espero que o clube continue a crescer e eu possa fazer parte do projeto durante muitos anos”, concluiu.

O médio é o segundo reforço do Vizela no mercado de transferências em curso, depois do central Anderson Santos, contratado aos brasileiros do América Mineiro, e do extremo Andrés Sarmiento, oriundo dos colombianos do Atlético Nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.