Escrito por: Pedro Luiz Cid (Jornalista da Antena 1)

O DomíniodeBola convidou Pedro Luiz Cid, jornalista desportivo com uma vasta carreira profissional em Portugal, a redigir um artigo de opinião, sobre o clássico do próximo sábado, dia 11 de Maio de 2013 no Estádio do Dragão, designado por muitos como "O jogo do título". O convite foi prontamente aceite e está agora disponível esse artigo aos nossos leitores. 

 

Com mais três pontos do que na época anterior mas, por comparação, um lugar atrás e a dois pontos do líder Benfica, o FC Porto entra na 29. jornada da I Liga de futebol a sonhar com o "tri".

O quinto jogo entre Vítor Pereira e Jorge Jesus, poderá também servir no sábado de desempate no duelo entre os dois treinadores, que registam uma "igualdade absoluta" nas vezes em que se defrontaram. 

Não só em número de vitórias (uma para cada) e empates (dois), mas no total de golos marcados nos três jogos em que se encontraram na última temporada e no único que já realizaram na que está em curso. 

O FC Porto tem 60,3 por cento de hipóteses de assumir no sábado a liderança da I Liga de futebol, à luz do histórico dos confrontos caseiros com o Benfica, que, por seu lado, tem 15,4 de sair campeão do Dragão. 

Em 78 jogos para o campeonato na casa "azul e branca", os "dragões" somam 47 vitórias, contra apenas 12 dos "encarnados", num clássico que regista ainda 19 empates (24,4 por cento), resultado que manteria o Benfica na frente após a 29. jornada. 

O jogo surge a 4 dias da final da Liga Europa entre o Benfica e o Chelsea o que pela coincidência faz lembrar o que sucedeu na temporada 2004/2005 com o Sporting de José Peseiro, quando jogou na Luz e 4 dias depois disputava a final da taça Uefa frente ao CSKA… nesses fatídicos 4 dias o Sporting tudo perdeu, o campeonato para o Benfica a taça Uefa para o CSKA, Peseiro aguardava renovação e acabou por sair pela porta pequena do Sporting.

 

O mesmo pode suceder ao Benfica de Jesus.

Os encarnados têm uma vantagem de 2 pontos e uma certeza só precisam de ganhar um dos 2 jogos que faltam, o Porto terá de vencer os 2, frente ao Benfica e na Mata Real contra o Paços Ferreira (onde só o Benfica venceu esta época) O jogo é decisivo mas apenas se o Benfica ganhar, só nesse caso teremos campeão, qualquer outro resultado adia para a última jornada as contas do titulo, como é óbvio, em caso de vitória do Porto ninguém acredita que os dragões deixem escapar a possibilidade de ganhar a última partida frente ao Paços de Ferreira.

Apenas uma nota, escrevo isto na 5ª feira de manhã, ainda não é conhecido o árbitro, aposto em Pedro Proença, espero que o jogo decorra sem casos e com fair play, para que o campeonato seja clarinho como água.

 

Saudações,
Pedro Luiz Cid

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.