Segundo noticia esta segunda-feira o jornal Record, o intervalo da final da Taça de Portugal ficou marcado por episódios de ânimos acesos e pelo desentendimento entre Sérgio Conceição e o árbitro Artur Soares Dias. Ainda com a expulsão fresca, o treinador do FC Porto viu o primeiro amarelo aos 40 minutos e o segundo amarelo aos 43′, confrontou o árbitro portuense de forma muito exaltada para se queixar do desenrolar da primeira parte. Segundo a mesma fonte, o árbitro teve de se impor para acabar a conversa que aconteceu perto do balneário da equipa de arbitragem.

“Não estás a falar com os teus filhos!”, disse Soares Dias a Conceição, após ordenar que o treinador seguisse para o balneário dos azuis e brancos, além de destacar que não admitia que lhe falasse naqueles modos. Trata-se, de resto, de um conflito que estará descrito no relatório do árbitro, documento determinante.

O Conselho de Disciplina vai avaliar esse mesmo relatório e tudo indica que deverá determinar a punição já – o Regulamento Disciplinar da FPF prevê uma suspensão entre 15 dias e um ano nestes casos –, ao invés de abrir um procedimento disciplinar. Para tal, teria de considerar que houve acontecimentos mais graves, como agressões ou tentativas disso mesmo, algo que não ocorreu.

Assim, com esse confronto verbal cara a cara entre Sérgio Conceição e Artur Soares Dias, o técnico portista não deve escapar a algum tipo de castigo e multa, até pelo facto de ter sido expulso do banco. De acordo com a CMTV, Conceição disse mesmo ao árbitro “não tens caráter e não tens personalidade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.