Nesta quarta-feira, Ricardo Quaresma fez o lançamento da nova época desportiva. Num evento promovido pela Betclic, o jogador português esteve à conversa com Jorge Andrade e Abel Xavier, outros convidados do evento, adivinhando aquilo que acontecerá na temporada 2022/23.

Ricardo Quaresma admitiu que quer seguir a carreira, mas ainda sem certezas quanto a uma permanência em Portugal ou um regresso ao estrangeiro. Para já, rejeitada de todo está uma ida para um escalão inferior.

“Isso é impossível. Na carreira que tenho, era impossível acabar numa segunda divisão. Já vi jogadores a fazê-lo, mas cada um faz o que quer da vida. Agora, para mim, é impossível”, começou por dizer.

Atualmente, Ricardo Quaresma é jogador livre, depois de ter terminado contrato com o Vitória SC. A temporada passada não foi a mais feliz do avançado, que acabou por ser relegado das escolhas de Pepa. A época desportiva acabou mais cedo, mas o internacional português mostrou-se satisfeito pelo que viveu.

“Foi uma temporada boa. Foi uma aprendizagem diferente, com mentalidades diferentes, mas, resumindo, fiquei feliz por representar o Vitória SC”, sublinhou.

Foi também na época passada que o FC Porto, clube com o qual Ricardo Quaresma se mantém intimamente ligado, conseguiu uma ‘dobradinha’, com I Liga e Taça de Portugal. O verão poderá ter sido ingrato para os dragões, mas o avançado de 38 anos não tem dúvidas de que é o principal candidato a uma nova conquista.

“O FC Porto está sempre pronto para lutar por títulos. É um clube que já nos habituou a isso. Para quem conhece e para quem gosta do FC Porto, para quem está habituado a ver o FC Porto destes anos, sabe que o clube está sempre pronto para lutar pelos seus objetivos e tem de ser mesmo assim. Com a grandeza que o clube tem, só tem que estar pronto para lutar por aquilo que é o mais importante, os títulos. Se vai ter uma equipa mais fraca que a da época passada, possivelmente. Agora, se há coisa que eu duvido que não haja é garra, é vontade. Isso acredito que haverá sempre, até porque o treinador [Sérgio Conceição], com a personalidade que tem, não ia permitir que os jogadores adormecessem. Por isso tudo é que digo que o FC Porto está preparado para defender o título”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.