Sinisa Mihajlovic

O futebol mundial está de luto pela morte de Sinisa Mihajlovic, antigo internacional sérvio que, enquanto jogador, representou alguns dos maiores clubes do futebol europeu, entre eles AS Roma, Lazio, Inter de Milão e Estrela Vermelha.

O treinador de 53 anos, que no passado mês de setembro abandonou o comando técnico do Bologna, lutava contra uma leucemia já desde 2019, tendo apresentado melhorias desde então. No entanto, em março, convocou uma conferência de imprensa para revelar que teria de retomar os tratamentos.

O anúncio foi feito, esta sexta-feira, pela família do próprio, em forma de um comunicado enviado à imprensa italiana, no qual explicou que este perdeu a batalha que levava há já mais de três anos, e que emocionou profundamente os adeptos.

“A mulher, Arianna, juntamente os filhos, Viktorija, Virginia, Miroslav, Dusan e Nikolas, a neta Violante e o irmão Drazen, comunicam, dolorosamente, a morte injusta e prematura do marido, padre, filho e irmão exemplar, Sinisa Mihajlovic”, pode ler-se.

“Um homem único e um profissional extraordinário, disponível e bom com todos. Corajosamente, lutou contra uma horrível doença. Agradecemos aos médicos e aos enfermeiros que o acompanharam nestes anos, com amor e respeito, em particular a doutora Francesca Bonifazi, o doutor Antonio Curti, o professor Alessandro Rambaldi e o doutor Luca Marchetti”, prossegue.

“O Sinisa irá permanecer para sempre connosco. Ele vive graças ao amor que todos lhe ofereceram”, completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.