A notícia é esta segunda-feira avançada pela SIC.

Avança a mesma fonte que “Luís Filipe Vieira vai ser constituído arguido por suspeitas de viciação de alguns resultados quando era presidente do Benfica. A SAD confirmou que alguns membros da administração já foram constituídos arguidos.”

Ainda de acordo com a mesma fonte “as primeiras suspeitas remontam ao período em que Luís Filipe Vieira era o todo-o-poderoso presidente do universo benfiquista.”

Em causa estão suspeitas de combinação de resultados desportivos entre 2013 e 2018.

A indiciação, segundo uma fonte próxima do processo contactada pela SIC é muito abstrata. Refere apenas a existência de possíveis contratos (sem especificar) celebrados pela SAD encarnada em benefício de terceiros, desde 2017.

O caso tem ao todo cinco arguidos. José Eduardo Moniz e Nuno Gaioso Ribeiro, à data administradores, são os outros dois nomes que estão sob o olhar atento do Ministério Público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.