Presidente encarnado mostrou desagrado e deu confiança

Luís Filipe Vieira desceu ao balneário do SLBenfica para dar um murro na mesa, no final do encontro em Olhão, que terminou empatado a zero bolas. Segundo relata o jornal Record deste sábado, o líder do clube da Luz fez um discurso em tom elevado, sendo os gritos audíveis a quem estava do lado de fora.

De acordo com o Record, o discurso do presidente contemplou o desagrado por mais um empate, que pode empurrar o SLBenfica para o terceiro lugar do campeonato, e confiança na equipa para o futuro, a poucos dias de um jogo para a Liga dos Campeões.

As câmaras da TVI mostraram que o presidente tinha abandonado o seu lugar nos camarotes, ao lado do seu homólogo do Olhanense, ainda antes do término da partida. O Record explica que Vieira esteve cerca de 20 minutos no balneário, a falar com jogadores e equipa técnica, o que motivou o atraso na chegada de Jorge Jesus ao flash interview.

A TVI deu também conta dos ânimos exaltados no final do jogo, antes da flash interview. O Record conta que António Carraça, director para o futebol, entrou em campo assim que o jogo acabou, para afastar os jogadores do SLBenfica da equipa de arbitragem e acalmar Jorge Jesus. No túnel de acesso aos balneários, ouviram-se algumas frases mais exaltadas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.