Kelvin abre as portas do título

FC Porto e Benfica disputaram esta noite aquele que todos diziam ser o Jogo do Titulo. As águias, tropeçando em casa com o Estoril, deram a oportunidade de ouro aos dragões de, em sua casa e diante do seu público, tentarem alcançar a sua primeira liderança isolada no presente campeonato. Os onzes apresentaram-se sem grandes surpresas. O FC Porto começou, desde início, a tentar tomar as rédeas do jogo e dispôs de alguns lances mais ou menos perigosos. No entanto, foi mesmo o Benfica a inaugurar o marcador: aos 19 minutos, na sequência de um lançamento em chuveiro para a área portista, Lima empurra para o 0-1. A bola apareceu mesmo à frente do brasileiro após vários ressaltos e este só teve que encostar. A partir daí, o fluxo ofensivo azul-e-branco aumentou um pouco mais e os dragões acabaram mesmo por chegar ao empate 6 minutos depois: Varela cruza, a bola bate em Maxi Pereira e desvia para o golo que Artur por pouco não conseguiu evitar. O restante tempo da primeira parte decorreu com uma toada de ataque portista, mas sem oportunidades de maior a registar. No segundo tempo, viu-se um futebol muito mais pautado, mais disputado a meio-campo e com os dois treinadores a definirem os seus objectivos: enquanto Jorge Jesus reforçava o meio-campo defensivo, Vitor Pereira lançava homens para a frente, tentando alcançar o tão desejado tento da vitória. Moutinho (o mais inconformado) ia tentando de longe, Varela também, enquanto se via um James Rodriguez muito abaixo do seu habitual nível. Na baliza contrária, Oscar Cardozo assustou as bancadas no Dragão com um remate de livre que Helton teve que se esforçar para defender. E quando tudo parecia encaminhado para um empate, eis que uma combinação excelente entre Liedson e Kelvin, permitem ao último uma oportunidade mínima de remate que  é executado de forma sublime, sem hipóteses de defesa para Artur. As bancadas no Dragão quase vieram abaixo, prova disso foi e invasão de campo de meia dúzia de adeptos a que se assistiu a seguir. Sem mais para jogar, o jogo terminou pouco depois do golo, para delírio de Vitor Pereira.

Assim, o FC Porto conquista a sua primeira liderança isolada na Liga ZonSagres, tendo ainda que se deslocar à Mata Real onde só o Benfica triunfou. Mas para já, as portas do título abrem-se para o FC Porto.

 

FICHA DE JOGO



FCPorto
Futebol Clube do Porto

2 – 1

SLBenfica
Sport Lisboa e Benfica

FCPorto 2-1 SLBenfica 
Jogo no Estádio do Dragão, Porto 

Golos: 0-1 Lima, 19'; 1-1 Maxi Pereira (ag), 25' ; 2-1 Kelvin 90'+2'

FCPorto: Helton; Danilo (Liedson, 84'), Otamendi, Mangala e Alex Sandro; Fernando (Defour, 73'), Lucho (Kelvin, 79') e Moutinho; James, Jackson e Varela. 

Suplentes: Fabiano, Abdoulaye, Castro, Defour, Kelvin, Sebá e Liedson.

 

SLBenfica: Artur; Maxi Pereira, Luisão, Garay e André Almeida; Matic e Enzo Pérez; Salvio, Gaitán (Roderick, 66') e Ola John (Aimar, 84'); Lima (Cardozo, 73'). 

Suplentes: Paulo Lopes, Roderick, Cardozo, Aimar, Rodrigo, Urreta e Melgarejo.

 

Árbitro: Pedro Proença

 

Vídeo/Resumo do Jogo

 

As melhores imagens do jogo:

{gallery}fcpvsslb{/gallery}

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.