alt

Escrito por: Rui Fiel

Chegamos a mais um período fértil em devaneios, sonhos (quase sempre irrealistas) e em crenças renovadas, em busca do título mais desejado.

A recente lesão de Nani no Bessa levantou imensas questões em relação ao que vale este plantel, sem o craque emprestado pelo United. No jogo em questão, essa ausência não se notou, muito por fruto de um super Carrillo, que até pode nem o ser sempre. Confirmada que está também a não presença do “nosso” Luís em Londres, depois sim poderemos melhor aferir do que a sua não utilização poderá significar para o clube leonino. Na minha opinião, o Sporting Clube de Portugal perde o seu melhor jogador e consequentemente fica mais fraco. Mas como nisto do futebol, nem sempre  1+1=2, esperemos para ver.

Mas a lesão do virtuoso extremo do Sporting, coincide com as inúmeras notícias de que dão conta do alegado interesse do clube no regresso de… Bruma?! Mas, será que só eu acho isso demasiado estranho??? Tudo bem, ainda à pouco afirmei que nem sempre tudo é preto no branco no mundo da bola, mas fazer regressar um jogador com um passado, MUITO recente, de conflito com o clube não me parece o melhor acto de gestão desportiva. Não confundir com gestão danos, bastante distinto…

O bem falante do craque, já afirmou que se Nani regressou ele também o poderia fazer… E depois destas afirmações, já nada me apraz dizer sobre este tema…

Mas as supostas transferência de Inverno no clube do leão não se ficam pelo regresso de Bruma. Bruno Alves e Ricardo Costa começam também a ser nomes cada vez mais associados ao emblema do leão. E se no caso do primeiro, veria com olhos a sua vinda (pese embora a sua excessiva dureza, no SPORTING, lhe poder custar caro em termos disciplinares), já no caso do ex-Valência, quase sem ritmo competitivo, o seu ingresso no clube seria, mais uma vez, completamente escusada e infudamentada até.

O tema reforços, contudo, permite-nos iniciar outro tópico de conversação, muitas vezes já discutido nas hostes leoninas. Será que o Sporting Clube de Portugal, não tem já nas suas fileiras jovens de valia idêntica ou superior a estes craques trintões que nos chegam por empréstimo após anos a competir em Ligas bem inferiores à nossa?! Eu acho que sim! Mas não creio que a forma como está a ser gerida a equipa B, por exemplo, permita que muitos deles elevem a sua capacidade competitiva, antes pelo contrário. Os Tobias, Podences, Iuris e Gaulds da nossa B, nunca evoluirão se não jogarem ao mais alto nível, ou pelo menos se não tiverem junto deles uma estrutura muito semelhante à que têm Mané, Sarr ou João Mário. Uma equipa é aquilo que a sua estrutura quer que seja. E desamparados, longe da equipa principal e sem qualidade competitiva, os da B irão continuar pelas ruas da amargura da II Liga…

Termino referindo apenas que na minha opinião, e vale o que vale, foi vergonhosa a forma como dois atletas SEM ligação a um clube, são afastados de um jogo contra esse mesmo clube pelo seu Presidente, que questionava a hombridade dos mesmos, sim, pois esses atletas NÃO TÊM DE MOMENTO qualquer vinculo com o clube em questão.

 

SL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.