DOMINIODEBOLA.com

Notícias, Futebol, Liga, Portugal, Betclic, Benfica, Sporting, Porto

Jogador do SL Benfica passou 579 dias de baixa em 3 anos e meio

2 min read

Nos últimos três anos, Juan Bernat enfrentou uma série de desafios difíceis. Desde a lesão grave no joelho esquerdo, em setembro de 2020, durante um jogo do PSG contra o Metz, até ao provável regresso à competição em abril de 2024, o espanhol passou 579 dias fora devido a problemas clínicos e físicos.

Segue-nos nas Redes Sociais

Facebook icon  Instagram icon Tiktok icon twitterx icon Pinterest icon Whatsapp icon YouTube icon

Isso significa que aproximadamente 44% desse período foi passado entre cirurgias, tratamento médico e sessões de recuperação, divididos entre Paris e Lisboa. A maior pausa ocorreu após a grave lesão no joelho, que o deixou fora de competição por 347 dias, perdendo um total de 60 jogos, equivalente a mais de uma temporada desportiva.

Desde o seu regresso aos relvados após a cirurgia, Bernat enfrentou mais quatro paragens, todas relacionadas com questões musculares (e também devido à Covid-19), somando um total de 52 dias fora dos relvados.

Foi com este histórico que o internacional espanhol, com 11 jogos disputados, chegou ao Benfica. No clube português, enfrenta agora a sua segunda maior ausência competitiva da carreira. Estima-se que entre o seu último jogo pelo Benfica, em 31 de outubro (contra o Arouca), e a sua recuperação total, passarão 180 dias, perdendo um total de 32 jogos.

Recentemente, Bernat foi submetido a uma cirurgia à pubalgia em Bordéus, após tentativas de tratamento conservador sem sucesso. A sua paragem prevista é de oito semanas.

O jogador espanhol, de 30 anos, chegou a Lisboa no verão, por empréstimo do Paris Saint-Germain, clube com o qual tem contrato até junho de 2025. Até ao momento, Bernat participou apenas em seis jogos pelo Benfica, sendo titular em metade deles.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.