O West Ham começou a ‘sondar’ o mercado em busca de alternativas para o comando técnico da equipa principal, face à crise desportiva que esta vive, sob as ordens de David Moyes, e tem bem referenciado o nome de Artur Jorge.

Segundo o Desporto ao Minuto, os responsáveis dos hammers já discutiram mesmo a possibilidade de avançar pelo treinador do Sporting de Braga, caso optem pela demissão do escocês.

Um cenário que vai ganhando cada vez mais força, uma vez que, após a derrota na visita ao Wolverhampton (a quinta nos últimos oitavos jogos), o conjunto londrino encontra-se ‘afundado’ na 18.ª e penúltima posição da Premier League, imediatamente abaixo da ‘linha de água’.

Foi no meio deste cenário de iminente ‘tragédia’ que surgiu o nome do minhoto, que, na primeira temporada ao leme dos arsenalistas, alcançou um registo de 21 vitórias em 29 partidas, que mantém a equipa ‘viva’ em quase todas as frentes.

O Sporting de Braga ocupa, neste momento, a segunda posição da I Liga, com quatro pontos de desvantagem para o líder, o Benfica, e está nos quartos-de-final da Taça de Portugal. Em sentido inverso, já se despediu da Taça de Portugal e da Liga Europa.

Artur Jorge não será, no entanto, o único português a ser equacionado para a vaga de treinador do West Ham, uma vez que, nos últimos dias, a imprensa britânica cogitou o nome de Nuno Espírito Santo, o timoneiro dos sauditas do Al-Ittihad.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.