O presidente da FIFA vai continuar a ser Gianni Infantino, pelo menos nos próximos quatro anos. O italiano foi reeleito esta quarta-feira durante o 69º congresso do organismo que decorre em Paris.

«Lembrem-se do estado da FIFA nesse congresso [em 2016]. Os últimos três anos e quatro meses não foram certamente perfeitos. Certamente que cometi erros, mas tentei melhorar. Hoje, num dia de eleição, ninguém fala de crise. Ninguém fala de reconstruir a FIFA do início, ninguém fala de escândalos, ninguém fala de corrupção», afirmou o presidente reeleito.

Sem qualquer adversário na corrida, Infantino acabou reeleito por aclamação e renovou o mandato por mais quatro anos (2023). Recorde-se que o dirigente subiu ao cargo em 2016 para terminar o mandato de Joseph Blatter, suíço que foi afastado devido a um caso de corrupção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.