Impasse na junção entre Vilafranquense e Espinho

Segundo o zerozero, a vontade da SAD do Vilafranquense adquirir o SC Espinho, está mais demorada que o esperado.

 

Segue-nos nas Redes Sociais

Facebook icon  Instagram icon Tiktok icon twitterx icon Pinterest icon Whatsapp icon YouTube icon

Bernardo Gomes de Almeida, presidente do clube, vê o projeto a andar a um ritmo lento e citado pelo jornal Record, a figura máxima do clube contestou a posição da Câmara de Espinho, que «não garante a conclusão das obras do novo estádio municipal até ao final do corrente ano», devido à detenção do antigo presidente da Câmara, Miguel Reis, por suspeitas de corrupção no início de 2023.

Segundo a mesma fonte, Bernardo Gomes de Almeida marcou uma sessão, agendada para dia 9 de março, pelas 21h30, para esclarecer algumas dúvidas aos sócios na junta de freguesia da cidade, devido «ao que se estar a passar ser manifestamente grave e que deverá ter consequências».

Assim, caso este cenário se confirme, a junção entre os dois emblemas não se confirmará na próxima temporada, deixando o SC Espinho na AF Aveiro Campeonato Sabseg Zona Norte, campeonato que disputou esta temporada.

Partilha nas Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Topo