Francisco-Marques

Luís Filipe Vieira, concedeu na passada terça-feira uma entrevista à TVI onde falou sobre os mais variados assuntos da atualidade que envolvem o SL Benfica. E quem não demorou a reagir foi o diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, que classificou a entrevista como sendo de “Halloween”.

“Acho que foi um susto, o que condiz bem com a época. Não temos condições de avaliar se as coisas que diz são verdade ou não. Quando conseguimos perceber isso?
Quando ele nega a existência de cartilhas. Quando diz que não há, sabe que está a mentir. Se ele mente numa coisa que toda a gente sabe que existe, é possível recuperar centenas e centenas de cartilhas, como podemos acreditar que no resto fala verdade?”
, questionou J. Marques, no programa Universo Porto, do Porto Canal.

“Ele diz, para se escapulir de responsabilidades, por exemplo, nos casos mais graves que correm na justiça, que não teve intervenção e que só dava o aval. Se formos ver as últimas notícias, vemos que isso não é verdade. Os e-mails provam que ele intervinha e dava ordens ao Paulo Gonçalves”, acrescentou o diretor de comunicação dos dragões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.