A partir da próxima época, os clubes de futebol vão passar a ter um limite no número de jogadores emprestados e também na duração dessas transferências, anunciou esta quinta-feira a FIFA, em comunicado.

De acordo com a mesma fonte, a partir de 2022/23, todos os clubes só poderão emprestar um máximo de oito jogadores e só poderão ter no plantel igualmente oito futebolistas cedidos temporariamente por outros emblemas.

Esse número será reduzido para sete em 2023/24 e ficará definido em seis em 2024/25.

“Com estas medidas, a FIFA quer desenvolver os jovens jogadores, promover o equilíbrio competitivo e evitar a acumulação de jogadores nos clubes, situação que tem sido cada vez mais frequente”, lê-se no comunicado do organismo que rege o futebol mundial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.