Carlos Alberto Soares, pai de Everton, falou à ‘ESPN’ sobre a chegada do brasileiro ao Benfica em agosto de 2020, frisando que apesar do “sonho de estar na Europa”, a adaptação acabou por não correr como esperava.

“Ele quis ir [para o Benfica], tinha o sonho de estar na Europa. A estrutura é uma das melhores do Mundo, mas acho que a adaptação dele não foi boa. Tanto a nível familiar como no Benfica. Chegou a um clube onde o presidente foi preso. O balneário era acirrado [assanhado], separado. Isso só ele sabe, mas nós víamos na imprensa”, referiu Carlos Alberto Soares, antes de revelar uma investida inicial do Flamengo por Everton no início deste ano.

“Surgiu o interesse deles [nessa altura] mas nem quis ouvir. [O Benfica] Ainda tinha a Liga dos Campeões, a Taça da Liga e o campeonato. Quando terminou [a temporada], quando estávamos a vir para casa, ele disse-me dentro do avião: ‘Pai, vou voltar para o Brasil’. Eu perguntei-lhe: ‘Para onde?’. ‘Para o Flamengo, o que achas?’. Disse-lhe: ‘Vais para um gigante mundial. A decisão que tomares, a tua família vai estar ao teu lado'”.

Já no Flamengo, o pai do brasileiro revelou em que momento Everton soube que tomou a decisão certa. “Ele sentia falta do carinho dos adeptos. Foi ao centro de treinos do Flamengo e os adeptos pediram-lhe para tirar fotografias, elogiaram-no. Ele olhou para mim e disse: ‘Era disto que sentia falta’. Está muito feliz, tenho a certeza que vai dar certo”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.