ESCÂNDALO: Caso Negreira continua a dar que falar em Espanha

O Caso Negreira continua a marcar a atualidade em Espanha e ganhou novos contornos com as declarações de Javier Tebas, presidente da La Liga.

 

Segue-nos nas Redes Sociais

Facebook icon  Instagram icon Tiktok icon twitterx icon Pinterest icon Whatsapp icon YouTube icon

O Barcelona, recorde-se, pagou a Enríquez Negreira, antigo vice-presidente do Comité Técnico de Arbitragem da Federação Espanhola de Futebol.

Em causa estão cerca de 1,4 milhões de euros que, entre 2016 e 2018, saíram dos cofres do clube e entraram nas contas da empresa DASNIL 95 SL, ligada a Negreira.

A Fiscalía – ministério fiscal espanhol – considera que há indícios de um delito de corrupção nos negócios estabelecidos com a empresa de José María Negreira.

Javier Tebas, após tomar conhecimento que o ministério público iria apresentar queixa, falou sobre o caso à imprensa espanhola.

Emblema catalão conquistou sete troféus no período em que está a ser investigado @Getty /

«Já dissemos desde que surgiu o assunto que, se viesse à Justiça com denúncia do Ministério Público, que nos íamos apresentar como acusação privada», começou por frisar.

Sobre a possibilidade do Barcelona ficar sem os títulos conquistados referentes ao período correspondente (2016-2018), Tebas hesitou e preferiu não adiantar qualquer certeza.

«Não sei se será retirado os títulos ou não porque isso terá que ser de acordo com as investigações. Até agora, o que vejo é um comportamento irregular e ilógico de um clube de futebol», prosseguiu.

O Barcelona, sublinhe-se, venceu – nesse espaço temporal – dois campeonatos, três taças espanholas e duas supertaças.

«O monstro ficou maior» O responsável do principal escalão do futebol espanhol adiantou ainda que «a UEFA já pediu informações sobre o caso». «A UEFA já solicitou informações à Federação. Até posso dizer que reportamos o assunto à UEFA 48 horas depois. Como não podíamos intervir, porque estava prescrito, os estatutos da UEFA preveem que, quando as instituições nacionais não podem intervir por qualquer motivo, a UEFA pode», explicou.

Presidente da La Liga falou sobre o ex-presidente do Barcelona @FC Barcelona: No que diz respeito às declarações de Bartomeu, o presidente da La Liga reagiu com alguma ironia:

«Agora, o Tebas é o culpado e o Barcelona a vítima». «O Barcelona comunicou uma nota e anunciou que todos fazem isso e que isso era uma prática comum. A desculpa inicial já se viu que não deu certo, o monstro ficou maior. Ele continua sem explicar e, agora, a culpa será do Tebas quando eu repetir a mesma coisa, mas ele vai perceber que está a entrar na porta errada e que está a cometer um erro. Meu conselho é: menos vitimização e mais clareza sobre o que aconteceu. A reputação desta competição está acima e se alguém trapaceou ou tentou trapacear, eles vão ter as suas consequências.»

De sublinhar ainda que a procuradora-chefe provincial de Barcelona, ​​​​Concepción Talón, anunciou sua saída no meio do escândalo do Caso Negreira.

Partilha nas Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Topo