Como é que surge o futebol na tua vida?

Desde pequeno que sempre tive esse gosto, ainda por cima tendo um pai que jogou futebol a um nível muito elevado ajudou ainda mais a começar a jogar futebol. Comecei logo com os meus 6 anos.

Por falar no teu pai, ele foi campeão pelo Boavista, que peso é que isso te faz sentir quando entras em campo?

Sim é verdade, não sinto peso nenhum em relação a isso. Ele deixa-me muito tranquilo, é verdade que é o meu maior crítico mas acho que isso é bom para me ajudar a melhorar. Ele (o meu pai) leva sempre tudo ao pormenor. Não existe melhor pessoa que ele para me ajudar neste “mundo”… para além do meu pai, foi campeão nacional pelo Boavista, internacional A, disputou a Champions League, acho que melhor pessoa não existe.

Ele critica-te muito? Que conselhos te dá?

Sim, não só negativamente também o faz positivamente. Diz-me que ao nível que eu estou não chega só a técnica, tenho que ser agressivo, concentrado e trabalhar muito porque não chega só o trabalho que faço no clube, tenho que trabalhar para mim.

Começaste a ganhar destaque no Gondomar, onde apareceu a hipótese de te juntares ao Futebol Clube do Porto, como surgiu essa proposta?

Jorge com a camisola do Futebol Clube do Porto.

Antes do Gondomar ainda joguei no Nogueirense desde que tinha 6 anos, foi lá que comecei. Em sub11 fui para o Gondomar e em sub12 fui para Porto. No Gondomar fiz uma época muito boa na qual surgiu o interesse do Futebol Clube do Porto e do Benfica. Naquela altura achei que o Porto era o melhor para mim, uma oportunidade que não poderia desperdiçar.

Achavas que o Porto era o melhor para ti, mas alguns anos mais tarde acabas mesmo por trocar o clube do norte pelo Sport Lisboa e Benfica, o que te fez mudar de opinião?

Achei que era o momento de um novo desafio na minha vida.

E não sentiste a pressão de trocar o teu antigo clube por um clube rival?

Acho que no futebol não podemos pensar nessa pressão, no que as pessoas vão pensar mas sim em nós… naquilo que vai ser melhor para nós mesmos.

Após ter escolhido o Porto ao Benfica com apenas 12 anos, mais tarde veio mesmo transferir-se para a equipa de Lisboa.

Como surgiu a ideia de te mudares para a Lázio?

O meu representante foi contactado e foi apresentada uma proposta irrecusável a todos os níveis .
Para além de me proporcionar o meu primeiro contrato profissional demonstraram desde sempre uma enorme vontade em contar comigo e isso fez me sentir bastante desejado

Contudo, a primeira época na Lazio não correu bem, o que falhou?

A nível coletivo não correu bem sim é verdade mas a nível individual graças a Deus correu-me muito bem, cheguei a ir treinar com a equipa A. Cheguei a ser capitão da equipa nos últimos jogos logo assim no primeiro ano ainda por cima num clube como a Lazio não é fácil mas sei que posso dar mais de mim e procuro sempre o fazer a cada dia que passa.

Jorge Silva ao serviço da Lazio na liga Primavera 1

Estás à espera que Simone Inzaghi conte contigo para a presente época na equipa principal?

Sei que ele tem boas indicações a meu respeito pela época que fiz. Como é óbvio eu que gostaria que ele contasse comigo mas para ser sincero não estou obcecado nisso, apenas tou focado em mim, em fazer o meu trabalho e melhorar a cada dia que passa porque o que tiver que ser será… tudo acontece quando tem que acontecer, tudo acontece na hora certa.

A tua equipa na Primavera 1 desceu de divisão, vais liderar a equipa na Primavera 2?

Sim, claro que vou liderar a equipa.

Quais a expectativas para a presente época?

A nível coletivo colocar a equipa de volta à Primavera 1, a nível individual trabalhar todos os dias, dar sempre o meu melhor e o que tiver que ser será, com o trabalho tudo aparece no momento certo e serei recompensado.

Agora uma questão que tinha que ser feita, sonhas com a Seleção?

Quem não sonha? É sempre um orgulho representar o nosso país mas como disse anteriormente não estou obcecado com isso.

Dados da primeira época de Jorge Silva ao serviço da Lázio. Imagem retirada da STV. Créditos na imagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.