Esta quarta-feira, Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, recorreu às redes sociais para desmentir as informações de que os azuis e brancos estariam proibidos de inscrever jogadores por causa de uma dívida.

Através de uma publicação na rede social Twitter, o dirigente dos portistas garantiu que o pagamento ao Jega United pelos direitos de formação do nigeriano Zaidu já foi efetuado.

“Porque hoje é dia da Restauração, vamos lá restaurar a verdade. É falso que o FC Porto esteja impedido de inscrever jogadores e é falso que o FC Porto tenha uma dívida para com o Jega United, da Nigéria. O FC Porto nunca soube da existência sequer deste clube, quanto mais que reclamava direitos de formação relativos ao jogador Zaidu. Quando foi notificado efetuou o pagamento”, escreveu o responsável pela comunicação portista.

Esta reação de Francisco J. Marques depois depois da imprensa desportiva nacional ter avançado esta quarta-feira que o FC Porto tinha sido impedido de inscrever jogadores por ter uma dívida de 42,5 mil euros ao Jega United, clube onde o Zaidu fez a formação, relativa ao mecanismo de solidariedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.