Está longe de estar concluído e ainda fará correr muita tinta. É neste ponto que está o “caso da garagem” do Estádio do Dragão.

O diretor de imprensa do FC Porto, Rui Cerqueira, apresentou queixa-crime contra o presidente do Sporting CP, Frederico Varandas, vários funcionários, o clube propriamente dito e SAD leonina no Tribunal Judicial da Comarca do Porto.

O processo reporta a março, quando o Sporting apresentou uma participação disciplinar devido a factos ocorridos em 11 de fevereiro, num empate a duas bolas no Estádio do Dragão entre as duas formações.

O jornal O JOGO avança que Rui Cerqueira juntou ainda à queixa – na qual acusa os visados de prestarem declarações falsas perante autoridades e instituições – um pedido de indemnização civil.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.