slbenfica estadio

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol informou, através de um comunicado, que instaurou um processo disciplinar à SAD do Benfica, sem divulgar o exato motivo. Segundo se pode ler, em causa estão “notícias divulgadas na comunicação social, na medida em que a factualidade agora conhecida possa ser diversa daquela apreciada em outros procedimentos disciplinares.”

“O processo foi enviado, dia 12 de janeiro de 2023, à Comissão de Instrutores da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, ficando excluída a publicidade até ao fim da instrução”, acrescenta.

Recorde-se que a sociedade e membros do Conselho de Administração do mandato 2016-2020 ainda em funções foram constituídos arguidos. O Diário de Notícias avançou, no passado dia 7 de janeiro, que “em causa, supostamente, estará um processo em que se investigam os crimes emergentes dos emails pirateados ao Benfica e onde foram juntos outros processos, como o dos “vouches” e o “mala ciao”.

De acordo com o DN, os arguidos são Rui Costa, atual presidente do clube, Domingos Soares Oliveira, Luís Filipe Vieira, José Eduardo Moniz e Nuno Gaioso Ribeiro, todos eles administradores, ou ex-administradores, da sociedade benfiquista.

O jornal acrescentou que o objetivo deve ser evitar possíveis prescrições, pois muitas destas investigações decorrem há vários anos, revelando que “ninguém foi sujeito a qualquer interrogatório”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.