O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, fez a antevisão ao jogo da última jornada da Liga dos Campeões, em que os dragões recebem o Atlético de Madrid, a partir das 17h45 de terça-feira.

Sobre a motivação dos jogadores afirmou:

“Aquilo que queremos é que os jogadores tenham motivação sempre no máximo. Todos os treinos são importantes. Não é fácil sair de um jogo de Liga dos Campeões decisivo e fazer uma viagem. Não fomos a equipa que esperava que fôssemos nos Açores. Preferi pegar no bom que fizemos nos últimos tempos [utilizar uma equipa idêntica]. Já fiz o contrário e não deu resultado. O Sporting mudou [trocou alguns jogadores] e perdeu pontos. Temos de arranjar um equilíbrio. O meu trabalho é igualar a motivação. Ainda não encontrei esse equilíbrio, para que os jogadores possam estar sempre hiper motivados. Não facilito absolutamente nada. Acabo por sofrer dessa exigência. Uma ou outra reação acaba por aparecer. Em casa, contra os meus filhos, tenho a exigência máxima. Temos sido sempre competitivos, mas não encontrei a solução ainda.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.