DOMINIODEBOLA.com

Notícias, Futebol, Liga, Portugal, Betclic, Benfica, Sporting, Porto

César foi “o pior central” que Rui Alves viu

2 min read

Rui Alves, presidente do Nacional da Madeira, concedeu uma entrevista ao Diário de Notícias da Madeira e fez um balanço da temporada que culminou com a descida de divisão.

Segue-nos nas Redes Sociais

Facebook icon  Instagram icon Tiktok icon twitterx icon Pinterest icon Whatsapp icon YouTube icon

A má avaliação de alguns jogadores foi uma das razões, segundo o líder da equipa insular, para que a temporada não corresse da melhor forma; Rui Alves pormenoriza, aliás, uma contratação: a de César, defesa central brasileiro cedido pelo Benfica, que considerou o pior que viu na Primeira Liga:

Assumo uma má avaliação da minha parte porque a intenção era que os jogadores emprestados tivessem uma qualidade que o Nacional não teria possibilidade de adquirir de outra forma a não ser por esta via. Mas a verdade é que não imaginaria, por exemplo, que o pior central que conheci na Primeira Liga fosse emprestado pelo Benfica. Não me passaria pela cabeça! A perspectiva era que fossem uma mais-valia, não o foram, antes pelo contrário. E tornaram ainda a gestão tormentosa a determinada altura.

O presidente nacionalista abordou ainda o tema Manuel Machado, considerando que errou com o técnico duas vezes – deixado-o principiar a temporada e despedindo-o a meio:

Em primeiro lugar, deveria ter percebido que o ciclo do professor Manuel Machado no Nacional tinha terminado e, portanto, a época deveria ter sido preparada já com outra liderança. Em segundo lugar, porque condicionado por questões de ordem económica, o Nacional, pela primeira vez desde que está na Liga NOS, fez uma opção de ter um número significativo de jogadores emprestados que vieram a ser determinantes, pela negativa, nesta despromoção. Em terceiro – e se é verdade que deveríamos ter entendido que o ciclo do professor Manuel Machado tinha chegado ao fim – hoje, também acho que devíamos tê-lo mantido até final do campeonato. São três erros capitais do presidente do Nacional nas decisões que conduziram à despromoção.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.