Cátio Baldé, empresário de Bruma, confirma à Rádio Renascença que o FC Porto está interessado na contratação do extremo internacional português.
 
As intensões portistas poderão, contudo, esbarrar no valor pedido pelo Leipzig e já oferecido por outros dois clubes europeus.
 
“Do que me consta, neste momento, o problema está em divergência dos valores oferecidos. Perante aquilo que o Leipzig tem na mesa, que ofereceram aquilo que o Leipzig pediu, provavelmente aí é que está a dificuldade do Porto em fechar isto. Vamos ver como é que as coisas vão evoluir. Há dois clubes europeus que já puseram em cima da mesa aquilo que o Leipzig pediu”, esclarece o representante de Bruma.
 
Cátio Baldé explica que “o processo do FC Porto está a ser analisado” e revela que o Leipzig deu “a entender que até ao final da tarde [desta quinta-feira] o processo ficará concluído” junto de um dos clubes.
 
A preferência do empresário é clara, mas quem decide é o clube alemão:
“Eu gostaria muito que fosse o FC Porto. Agora, quem é o responsável é o Leipzig, não é o Cátio nem é o Bruma. Por isso, indo ao encontro daquilo que o Leipzig quer e daquilo que o atleta quer, não nos restaria outra alternativa. Desde que o projeto desportivo para o Bruma nos agrade, vamos tomar uma posição. Mas eu estou a torcer que seja o FC Porto.”
 
Uma mudança para o FC Porto seria “realmente extraordinária” para Bruma, porque significaria um regresso a Portugal, mas também o ingresso num clube “extremamente rigoroso, onde [Bruma] tem a consciência de que ia ser fortemente potenciado”.
 
“O rendimento dele seria extraordinário, por isso a ideia agradou muito. Mas o problema é aquilo que o Leipzig quer. E aquilo que tem na mesa veio complicar, provavelmente, a intenção do FC Porto”, admite Baldé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.