DOMINIODEBOLA.com

Notícias, Futebol, Liga, Portugal, Betclic, Benfica, Sporting, Porto

Bruno de Carvalho reage ao vídeo da confusão em Alvalade

3 min read
Bruno de Carvalho

O Presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, à margem da apresentação da UEFA Futsal Cup, reagiu esta terça-feira aos incidentes no túnel de Alvalade.

Segue-nos nas Redes Sociais

Facebook icon  Instagram icon Tiktok icon twitterx icon Pinterest icon Whatsapp icon YouTube icon

Relativamente ao confronto com o presidente do Arouca, Carlos Pinho:

 Tenho estado calado todos estes dias. Acho que as coisas têm o seu caminho. O Sporting fez o que devia ter feito.

 Sobre o encontro na zona de garagens:

Não houve encontro nenhum com a pessoa em questão, o presidente do Arouca. (…) Não nos encontrámos, mas podíamos, para mim era perfeitamente igual o presidente do Arouca ou um rebanho de ovelhas. Era perfeitamente igual e indiferente. Não houve tentativa de absolutamente nada. Também já ouvi uma versão que no intervalo nos tínhamos encontrado. Não é verdade. No intervalo foi rapidamente comer um prego. Fica aqui esta novidade altamente interessante. (…) Também ouvi dizer a teoria de que estava a bater com o pé. Só me deu para rir.

Sobre toda esta situação, Bruno de Carvalho afirmou:

Estou perfeitamente calmo perante tudo. Admito simpatia e filiações, há presidentes com que me dou muito bem, o que não admito é comportamentos daquele género. (…) Os meus pais merecem mais do que eu trocar palavras com uma pessoa de cabelos todos brancos. Já percebi que o meu cigarro eletrónico irrita as pessoas. É uma realidade que fumo e também fumo do outro. Não fiquei espantado depois de ouvir todos os comentadores ligados ao Benfica a falar do cuspo. Tinha de aparecer aquele comentário absolutamente vergonhoso. (…) Aquela família sofre da doença do pavio curto. Se por acaso alguém cuspisse, tentasse agredir, ou tentasse agredir o meu pai, alguém acha que eu subia, com aquela calma e discernimento, à sala de imprensa? As pessoas acreditam naquilo que quiserem. (…) Se não fosse aquela cena ridícula, do Joel Pinho, ter ido à sala de conferências do Sporting, para mim era perfeitamente igual aquilo que tinha acontecido. Acho que deve agradecer todos os dias ao Jesus e aos jogadores do Sporting porque a vitória me deu um momento zen. É das coisas que mais calmo me põe é quando o Sporting ganha”.

Sobre o seu posicionamento:

Estava a assistir à zona das flash interview. Não tenho culpa que fosse aquele posicionamento. Estava feliz e contente porque tínhamos ganho dois pontos a dois rivais diretos. Não estava à procura de presidente nenhum, apesar de toda a má-criação. É triste e espero que a Federação castigue os dirigentes do Arouca” (…) “Acho que devem ser castigados por este comunicado também”

Sobre a suposta cuspidela: 

“Não tenho esse hábito. Assumo tudo o que faço na vida. Mas quanto ao Sporting sou a pessoa mais zen do mundo. Estar em casa e ouvir as barbaridades que ouvi… Houve coisas que acho absolutamente lamentável, a incentivar e a chamar os jogadores do Arouca para a violência. É dramático. Não consegui ver, só ouvia os nomes que me chamavam. (…) Espero que a Federação aproveite, porque as queixas são muitas… espero que os dirigentes sejam de facto penalizados por esta forma de agir quase animalesca”.

Sobre as imagens ainda proferiu:

De onde surgem, não sei. Não é só o Sporting que tem as imagens. Deu uma péssima imagem do futebol português. É como tudo na vida. Tive azar, mas não estava à espera que uma coisa daquelas fosse acontecer.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.