DOMINIODEBOLA.com

Notícias, Futebol, Liga, Portugal, Betclic, Benfica, Sporting, Porto

Braintree Town – a equipa inglesa que já teve 8 guarda-redes

2 min read

Sam Beasant, um dos muitos guarda-redes que passaram pela baliza do Braintree Town

Muito improvável, mas aconteceu mesmo. Num misto de más escolhas, saídas e lesões, o Braintree Town, equipa inglesa que milita na National League, o quinto escalão, teve já à sua disposição nada mais, nada menos do que oito guarda-redes.

Segue-nos nas Redes Sociais

Facebook icon  Instagram icon Tiktok icon twitterx icon Pinterest icon Whatsapp icon YouTube icon

A dança nas balizas tem sido de tal forma constante que o clube chegou à primeira vitória no passado fim-de-semana, ao cabo de 17 jornadas, por 2-3, no campo do Woking. Dan Lincoln, estreante, seria o oitavo guardião da temporada.

O Braintree Town começou a época apenas com dois guarda-redes: Jamie Butler como primeira escolha e Sam Cowler como número 2. O primeiro problema começou logo aqui, na medida em que Cowler rumou à China para estudar, tendo sido substituído por Josh Strizovic – seria apenas substituto não utilizado, nunca tendo feito a estreia.

O quarto guardião seria Ross Fitzsimmonsm, pois o titular Jamie Butler seria expulso numa partida ante o Macclesfield, permitindo que Ross jogasse na partida seguinte. E seria o único jogo em que participaria.

Butler abandonaria o clube antes de o mercado de transferências encerrar e para o seu lugar chega Sam Beasant (e vão cinco!), proveniente do Cambridge United, filho de um antigo internacional inglês Dave Beasant.

O mais recente guarda-redes agarraria desde logo a titularidade, contudo, depois de disputar quatro partidas seguidas, lesiona-se numa mão, pelo que teve que ser contratado mais um homem para as balizas. A escolha, que seria a sexta, recaiu sobre Will Puddy, que chega cedido pelo Bristol Rovers.

Puddy actua também quatro jogos consecutivos e o azar bate de novo à porta, pois também ele se lesiona. A solução do Braintree Town passa novamente por uma ida ao mercado. Desta forma, é incorporado Joe Taylor (e vão sete!), que chega do Datford.

Taylor faz a sua estreia, porém, foi desastrosa, dado que o clube perdeu por 6-1 frente ao Dover Athletic. Dois dias depois deste resultado chega o oitavo guardião, Dan Lincoln, do Reading, que horas depois de chegar ao clube foi logo promovido a titular. E não é que deu sorte? Com ele na baliza, o Braintree Twon alcançou a sua primeira vitória.

Mas esta história não fica por aqui, uma vez que, se o leitor se bem se lembra, o guardião Jamie Butler (o primeiro) foi expulso num encontro. Logo, não tendo substituto no banco, um jogador de campo teve de ir para a baliza, nomeadamente o médio Sam Corne, elevando para nove o número de guarda-redes à disposição.

Com a posição mais recuada do campo aparentemente salvaguardada, espera-se que o Braintree Town melhore em termos de resultados. Actualmente ocupa o 21.º posto; na temporada passada alcançou o terceiro lugar.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.