A notícia é avançada pela RMCsport que dá conta de que o Boavista está impedido de inscrever jogadores pela FIFA por dever 200 mil euros a Rami.

Segundo a mesma fonte em fevereiro passado, a Fifa havia condenado o clube português a pagar pouco mais de 200.000 euros ao atual defensor de Troyes.

Hoje (quarta-feira), diante das evidências fornecidas pelo campeão mundial de que essa quantia ainda não havia sido paga, a Fifa voltou a notificar o Boavista, clube da esfera de Gerard Lopez, da sua proibição de contratação de hoje até a liquidação total das quantias em dívida a Adil Rami.

A federação portuguesa também foi notificada desta proibição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.