Em comunicado enviado esta segunda-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Benfica SAD informou hoje o mercado que a sociedade e membros do Conselho de Administração do mandato 2016-2020 ainda em funções foram constituídos arguidos.

“A Benfica SAD vem confirmar que, tendo em conta as notícias vindas a público no dia 07 de janeiro de 2023, a sociedade, assim como, por inerência e entre outros, membros que integraram o seu Conselho de Administração no mandato 2016 a 2020 e se encontram atualmente em funções foram constituídos arguidos no âmbito de um processo que está em segredo de justiça”, lê-se no comunicado hoje divulgado.

O Diário de Notícias avançou na passada sexta-feira que, “em causa, supostamente, estará um processo em que se investigam os crimes emergentes dos emails pirateados ao Benfica e onde foram juntos outros processos, como o dos ‘vouchers’ e o ‘mala ciao'”.

De acordo com a mesma fonte, os arguidos são Rui Costa, atual presidente do clube, Domingos Soares Oliveira, Luís Filipe Vieira, José Eduardo Moniz e Nuno Gaioso Ribeiro, todos eles administradores, ou ex-administradores, da SAD do Benfica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.