“Assinei pelo Benfica, mas nunca foram buscar-me. Mudei para o Sporting”

A frase é forte e surpreendente.

 

Segue-nos nas Redes Sociais

Facebook icon  Instagram icon Tiktok icon twitterx icon Pinterest icon Whatsapp icon YouTube icon

“Quando eu era pequeno, o meu pai procurou um clube onde eu pudesse jogar. Comecei a jogar com sete anos. Havia uma jardim no sítio onde eu morava e eu jogava com os miúdos da zona. Um dos vizinhos trabalhava no clube da cidade e disse para ir jogar para lá. O clube chamava-se Amora”, começou por contar Rafael Leão em entrevista à Vice.

“Depois disso, assinei pelo Benfica, mas não podia ir para Lisboa de comboio. Ainda assim, disseram para termos calma e que iam ajudar no transporte. Nunca apareceram. Depois da escola, eu esperava por eles à porta de casa, mas nunca foram buscar-me”, disse ainda, explicando como aconteceu a mudança para o Sporting e como chegou a ser expulso pelos leões.

“Uma semana depois, o meu pai enviou uma carta ao Benfica a informar do término do contrato. A partir daí, fui para o Sporting. Pessoas próximas diziam que eu podia chegar longe, gostava muito de futebol quando estava na formação, mas não tinha ideia do que poderia fazer no futebol. Depois de uma reunião com o Sporting, na qual me expulsaram e aconselharam a procurar outro clube, eu assentei e comecei a trabalhar mais”, acrescentou.

Rafael Leão completou a formação nos leões, chegou à equipa principal e, pouco tempo depois, ainda que em litígio com o clube, mudou-se para outros palcos. Hoje, a representar o AC Milan, mas com uma carreira na música ainda a iniciar, Rafael Leão perspetiva o futuro no futebol.

“No futebol, quero vencer a Liga dos Campeões. Quero muito ganhá-la, quero ser importante nos clubes onde estiver e ganhar troféus, ambos coletivos e individuais”, concluiu.

Partilha nas Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Topo