Já são três as baixas confirmadas para Portugal para o Campeonato do Mundo que vai decorrer entre 20 de novembro e 18 de dezembro, no Catar. Tendo em conta a convocatória inicial para os últimos jogos da Liga das Nações com a República Checa e Espanha, no final de setembro, Fernando Santos começou por perder Rafa, avançado do Benfica que decidiu retirar-se da Seleção. Seguiu-se Pedro Neto, do Wolverhampton, que se lesionou num tornozelo e foi operado, ficando fora das opções do selecionador.

Agora, mais uma ausência forçada, novamente no ataque: Diogo Jota vai ter paragem superior a um mês na sequência da lesão contraída no último domingo frente ao Manchester City. Uma baixa de peso para o selecionador nacional já que o avançado do Liverpool vinha a ser uma das peças importantes da equipa (soma 29 internacionalizações e marcou 10 golos).

Uma dor de cabeça para juntar às incertezas em torno de outros jogadores habitualmente convocados e influentes na estratégia de Fernando Santos: Pepe está a recuperar de uma lesão no tornozelo falhou os últimos três jogos do FC Porto; Danilo e Nunos Mendes, ambos do Paris Saint-Germain, recuperam de lesões musculares e estão em dúvida.

Recorde-se que Fernando Santos vai anunciar a lista de convocados a 10 de novembro. Já depois disso, Portugal tem marcado para 17 de novembro um jogo preparação com a Nigéria, sete dias antes da estreia no Mundial diante do Gana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.