O Sporting, através de um comunicado, congratulou-se pela condenação do empresário Pedro Pinho a dois anos de prisão com pena suspensa pela agressão a um repórter de imagem no final do Moreirense-FC Porto, disputado em 2021.

“O Sporting congratula-se pela decisão, hoje noticiada, da condenação do empresário de futebol Pedro Pinho pela prática dos crimes de violência e de atentado à liberdade de imprensa cometidos contra um jornalista”, defendem os leões, que pedem ainda que as investigações neste processo prossigam: “Mais passos serão necessários para percorrer este caminho, até porque neste tipo de manifestações, interessa saber não só quem executou, mas também quem mandou executar”.

O clube de Alvalade ainda considera que a justiça desportiva “falhou” neste caso.

Leia o comunicado na íntegra:

“A Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD congratula-se pela decisão, hoje noticiada, da condenação do empresário de futebol Pedro Pinho pela prática dos crimes de violência e de atentado à liberdade de imprensa cometidos contra um jornalista após o jogo realizado entre o Moreirense FC e o FC Porto em Abril de 2021.
Apesar das imagens amplamente divulgadas na Comunicação Social, relembremos que este foi um caso ao qual, até ao momento, a justiça desportiva falhou.
A Sporting SAD considera que este é mais um passo essencial no sentido de eliminar a coacção e a violência do Desporto em Portugal, seja sobre a Imprensa, adeptos ou agentes desportivos. Mais passos serão necessários para percorrer este caminho, até porque neste tipo de manifestações, interessa saber não só quem executou, mas também quem mandou executar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.