Leixões protesta e quer reunião com Vítor Pereira

O resultado acabou empatado a uma bola entre o Sporting B e o Leixões, mas em termos de expulsões os leixonenses ganharam por expressivos 4-2. O árbitro Hélder Malheiro não esteve contemplativo e exibiu 16 cartões – 6 deles vermelhos – e assinalou duas grandes penalidades, uma para cada lado.

A direcção do Leixões já se queixou sobre a rigidez de Hélder Malheiro e materializou toda a indignação num comunicado. O clube nortenho exige uma reunião de emergência com Vítor Pereira, presidente do Conselho de Arbitragem.

Eis o conteúdo do comunicado leixonense:

 

«A Administração da Leixões Sport Club – Futebol, SAD informa que vai solicitar uma reunião de emergência ao presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, Vítor Pereira, devido às situações ocorridas hoje no jogo Sporting B-Leixões, da 26.ª jornada da Liga 2 Cabovisão.

A arbitragem do senhor Helder Malheiro pôs em causa o trabalho dos profissionais do Leixões, equipa que viu quatro dos seus atletas serem expulsos (um deles do banco de suplentes) bem como o seu treinador João Esteves.

Em Alcochete não aconteceu nenhuma batalha campal, como se pode pensar pelo total de 16 cartões exibidos a ambas as equipas.

O Leixões rege-se por princípios profissionais, sérios e rigorosos e não pode deixar de lamentar que um jogo de futebol tenha sido totalmente estragado por alguém que deveria ser ponderado e um elemento conciliador.

Já noutras ocasiões, ao longo da época, alguns trabalhos de equipas de arbitragem causaram desconforto, mas sempre optámos pela defesa do futebol e preferimos não tomar posição.

No entanto, como o que se passou hoje em Alcochete é inadmissível, vamos solicitar a referida reunião junto de quem gere a arbitragem no futebol português para dar conta do nosso inconformismo perante situações destas.

Matosinhos, 22 de Janeiro de 2014

A Administração da Leixões Sport Club – Futebol, SAD»

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.